Saiba mais sobre dores musculares, evite lesões e não pare seu treino

 

Ao começar uma atividade física, muitas pessoas ficam animadas e querem superar seus limites cada vez mais.

Aquela “dorzinha” após o treino é considerada normal porque os músculos estão se adaptando ao novo exercício.

Nem sempre é motivo de preocupação, já que com o tempo vamos ganhando mais resistência e ela desaparece.

Mas se ela persiste, temos que ligar o sinal de alerta para evitar uma futura lesão e ter que parar nossos treinos.

 

Como prevenir as lesões

 

Antes de iniciar qualquer prática esportiva é recomendado consultar especialistas para saber se você está apto.

Correr por exemplo, sem aliar exercícios de fortalecimento nas pernas e joelhos pode ocasionar lesões.

Os primeiros quilómetros podem não ocasionar dores, mas com o tempo e o aumento das distâncias, muitos corredores podem desenvolver problemas nas articulações e até precisam de operações para corrigi-los.

Ginastas e nadadores podem ter lesões nos braços e nos ombros pela repetição de exercícios.

Sejam nos membros superiores ou inferiores, é preciso conhecer o seu biotipo, e saber se ele se adapta ao esporte que deseja praticar.

E mesmo estando apto, é sempre bom ter acompanhamento durante a prática e ficar alerta aos sinais de seu corpo.

Uma dor normal passa em poucos dias, uma lesão muscular causa dor e pode te deixar incapacitado por tempo indeterminado.

Como saber se é apenas dor muscular

 

            A dor muscular é causada pela recuperação das fibras do músculo após os exercícios.

            Quando iniciamos uma nova atividade ou a praticamos com mais intensidade, é normal que surjam dores por não estarmos adaptados àquela carga de exercícios.

            A dor leve é um sinal de que o músculo está se recuperando e um erro bastante cometido é o uso de relaxantes musculares e anti-inflamatórios para amenizá-la.

            O uso de medicações pode aliviar as dores, assim como parar o seu ciclo de recuperação, e esta sensação de alívio faz com que você se sinta seguro para forçar mais nos próximos treinos e possa causar uma lesão.

            A dor muscular irá aparecer sempre que novos estímulos forem dados ao músculo, do qual o praticante não esteja acostumado e pode aparecer até 24h ou 48h depois do exercício, e desaparecer nesse mesmo período.

            Conhecida como Dor Muscular Tardia, mesmo aparecendo após um certo período depois da prática, ela continua sendo leve e não incapacita o atleta.

 

Como aliviar as dores musculares

 

            Utilizar medicamentos pode ser o meio mais rápido, mas como dissemos, nem sempre é o mais eficaz.

            No caso de dores intensas eles podem ser usados, mas sempre com recomendação de um profissional.

            No caso de dores leves podemos aliviar um pouco com medidas simples, pois sabemos que, apesar de leves, são incômodas e ninguém gosta de treinar com dor!

  • Compressa de gelo – O gelo alivia as dores e ajuda na recuperação das micro lesões. Pode ser feita com bolsas térmicas ou com qualquer saquinho que você tenha em casa e colocado sobre o local da dor com uma toalha para não queimar a pele.
  • Banho quente – após a compressa de gelo, a mudança de temperatura relaxa os músculos. Aguarde apenas alguns minutos para que não haja um choque brusco nessa mudança que prejudique sua recuperação.
  • Massagem – faça uma massagem no local utilizando cremes próprios que contenham arnica e cânfora.
  • Treine – um treino mais leve pode ajudar a aliviar as dores e fazer com que o corpo se acostume ao exercício. Ficar parado fará com que a dor apareça na mesma intensidade.

Lembre-se sempre de seguir as orientações de seu treinador, respeitar o seu corpo e de usar roupas e calçados confortáveis, que sejam adequados para cada tipo de exercício. No site da Ziboo você encontra as melhores opções em moda fitness!