A acupuntura é uma técnica milenar que vem se popularizando nos últimos anos por mostrar eficácia em tratamentos de lesões e de dores crônicas em atletas.

 Desde 1995, o Conselho Federal de Medicina (CFM) a reconheceu como especialidade médica, comprovando que o seu uso pode trazer muitos benefícios para diversas doenças, inclusive para os que praticam qualquer tipo de esporte, seja com pouca regularidade ou atletas de alto desempenho.

O risco de lesões é alto quando nos exercitamos, muitas delas podem aparecer de forma silenciosa e refletir em dores crônicas ao longo da vida.

O uso da técnica aliada à fisioterapia traz resultados surpreendentes e, além de prevenir, ajuda a recuperação de forma mais rápida.

Quando surge uma pequena dor, já há indícios de que o local está comprometido, se não for dada a devida atenção, isso pode evoluir para uma lesão mais grave.

Por esse motivo que a acupuntura no esporte é importante e o seu uso só cresce dentre os que se dedicam à medicina esportiva.

Vamos conhecer um pouco mais nesse artigo sobre a acupuntura e porque ela deveria fazer parte da sua vida como desportista.

 

Como é aplicada a acupuntura em atletas?

Assim como em qualquer outro tratamento, o uso de agulhas esterilizadas é feito em pontos estratégicos.

Alguns desses pontos ao serem estimulados podem servir como analgésicos, melhorando a dor para que haja um desempenho esportivo maior.

Como já dissemos, se associada à fisioterapia, a acupuntura pode acelerar os processos de recuperação, pois, além de aliviar as dores, também age na regeneração dos tecidos musculares promovendo maior circulação de sangue no local pela estimulação dos pontos.

Em caso de inflamações, ela tem se mostrado bastante eficaz para reduzir os marcadores inflamatórios. Onde há vermelhidão, calor, inchaço, a aplicação é rápida e diminui significantemente os sintomas da área afetada.

Se o problema é tensão muscular e espasmos, relaxe! A sensação após uma sessão com as agulhas é semelhante a uma massagem terapêutica.

Com o corpo relaxado, todos os músculos descansam para o próximo treino!

 

Quem pode aplicar?

Por ser uma especialidade médica, apenas três profissionais podem aplicá-la aqui no Brasil, os médicos, médicos veterinários e cirurgiões dentistas.

Em grandes centros esportivos e assessorias especializadas esses profissionais estão presentes para atender os atletas.

A aplicação por outros profissionais foi vetada pelo CFM por se tratar de uma técnica invasiva e que necessita de um diagnóstico médico prévio. Sendo assim, informe-se bem antes de contratar um profissional e começar um tratamento.

Os pontos estimulados podem mexer com o equilíbrio do corpo, liberar hormônios em excesso e por isso é necessário que haja uma avaliação de cada caso especificamente.

 

Quais são os benefícios?

Além dos que já citamos como melhorar dores e acelerar a cura de lesões, podemos destacar a liberação de hormônios como a serotonina.

Quem pratica esportes já deve ter ouvido falar dela! É o hormônio da felicidade, que aumenta o prazer e também diminui a dor.

Todos esses efeitos são causados por causa de neurotransmissores, ou seja, o estímulo do ponto leva uma mensagem diretamente para o cérebro, provocando ações relaxantes, anti-inflamatórias e analgésicas.

Que tal experimentar? Não precisa ter medo das agulhas, a dor é muito pequena e as vantagens são incontáveis.

Você vai deixar de treinar com aquela roupa nova da Ziboo porque está com dor? Jamais!!